Galeria

DOUTRINANDO – Resumo Da Bíblia – 04 de março de 2017

RESUMO DA BÍBLIA – 04MAR17. 

VELHO  TESTAMENTO
LIVRO AUTOR ASSUNTO
PENTATEUCO
1.    Gênesis Moisés Origem
2.    Êxodo Moisés Saída – do Egito
3.    Levítico Moisés

Referente aos Levitas, descendentes de Levi, tribo sacerdotal – fala das Leis.

4.    Números Moisés

Está explícito – também fala de eventos relacionados ao êxodo.

5.    Deuteronômio Moisés

Repetição das Leis.

HISTÓRICOS
6.    Josué Josué

Substituto de Moisés – também chamado Oséias. O nome significa Salvação de Jeová – tem o mesmo sentido que Jesus, conta a história da conquista de Canaã pelos Israelitas – alguns entendem que também seja uma profecia a respeito da Lei e da graça. A Lei de Moisés só pode levar o povo até a entrada da Terra prometida. Somente Jesus pode levá-lo a conquistar a Terra.

7.    Juízes Samuel

Período dos Juízes de Otniel a Samuel – Logo após a morte de Josué o povo viveu uma espécie de anarquia teocrática, onde cada um fazia o que bem lhe parecia, e quando surgia algum problema Deus Levantava um Juiz para julgá-los e liderá-los.

8.    Rute Samuel

Conta a história da moabita, bizavô do Rei Davi.

9.    I Samuel Samuel (24 cap.) Natã e Gade (Restante)

Conta a história de Davi. A transição do período dos Juízes para o período dos Reis – Samuel – Juiz e profeta ungiu a Saul (que foi rejeitado) e a Davi (Homem segundo o coração de Deus) como reis. Termina com a morte de Saul.

10.  II Samuel Natã e Gade

Conta o reinado de Davi

11.  I Reis Jeremias copiou de Natã e Gade

Conta a história de Salomão, até a divisão do reino e dos Reis de Efraim e de Judá. Falam dos reis bons e maus.

12.  II Reis
13.  I Crônicas Esdras?

Relato dos reinos do Judá e Efraim, suas atitudes positivas e negativas até o cativeiro babilônico.

14.  II Crônicas Esdras?
15.  Esdras Esdras

Retorno do cativeiro babilônico – reconstrução do Templo

16.  Neemias Neemias

Retorno do cativeiro Babilônico – reconstrução dos muros de Jerusalém

17.  Ester Desconhecido (Mordecai)

A história da judia que se tornou esposa do rei da pérsia e livrou seu povo do extermínio.

POÉTICOS
18.  Jó Desconhecido

(Eliú)

Livro mais antigo da Bíblia – Discussão filosófica e teológica sobre o sofrimento humano – conta a história de Jó, seu sofrimento, questionamentos sobre a justiça de Deus e recompensa

19.  Salmos Vários

Coletânea de Orações cantadas – escrito por vários autores: Davi (73); Moisés (1); Salomão (2); Asafe (12); Etã (1); Filhos de Coré (11) e 50 anônimos.

20.  Provérbios Salomão

Orientações para a vida – principal autor foi Salomão, mas também tem textos de outros autores.

21.  Eclesiastes Salomão

O Pregador – discussão sobre a vaidade da vida debaixo do sol.

22.  Cantares Salomão

Cântico dos Cânticos de Salomão – romance cantado no casamento de Salomão – Uma simbologia entre Cristo e seu povo.

 

PROFÉTICOS
23.  Isaías Isaías

Profeta Messiânico – um dos livros que fala mais diretamente sobre a vinda do Messias – Cristo.

24.  Jeremias Jeremias

Profecias sobre o julgamento de Judá e o cativeiro Babilônico – julgamento dos povos.

25.  Lamentações Jeremias

Cântico de Lamentação do Profeta ao ver a destruição de seu povo.

26.  Ezequiel Ezequiel

Profecias de Juízo – Enquanto Jeremias profetizava em Jerusalém ao povo que ficou, Ezequiel profetizou na Babilônia. – Utilizava-se de mímica e simbologias para profetizar.

27.  Daniel Daniel

Deus é meu Juiz – Considerado o apocalipse do Antigo testamento – Relata a história de quatro jovens que foram levados cativos para a Babilônia enfrentaram a fúria dos reis e se tornaram príncipes, segue-se uma série de visões simbólicas do futuro até a vinda do messias.

28.  Oséias Oséias

A simbologia da esposa infiel – a vida do profeta é a profecia.

29.  Joel Joel

Jeová é Deus- Bênçãos e juízo.

30.  Amós Amós

O cowboy profeta – Juízo e restauração.

31.  Obadias Obadias

O Juízo de Esaú e a felicidade de Israel.

32.  Jonas Jonas

O Profeta fujão – profecia contra Nínive capital da Assíria.

33.  Miquéias Miquéias

Aquele que é como Deus – A injustiça e rebelião de Israel, e o chamado aos gentios.

34.  Naum Naum

Destruição de Nínive

35.  Habacuque Habacuque

Abraço – Os planos de Deus quando o mal parece prosperar.

36.  Sofonias Sofonias

Profecias contra Judá e Jerusalém

37.  Ageu Ageu

A Glória do Segundo templo.

38.  Zacarias Zacarias

Arrependimento e restauração.

39.  Malaquias Malaquias

Contra a indiferença nos cultos a Deus.

NOVO  TESTAMENTO
EVANGELHOS
40.  Mateus Prov. Mateus

Narra a história de Cristo, o Messias prometido.

41.  Marcos Marcos

Narra a história de Cristo, o Servo de Deus

42.  Lucas Lucas

Narra a história de Cristo, o filho do homem

43.  João João

Narra a história de Cristo, o Filho de Deus

HISTÓRICO
44.  Atos Lucas

Mostra a obra do Espírito Santo

EPÍSTOLAS PAULINAS
45.  Romanos Paulo

A justificação dos pecadores, a santificação dos justificados e a glorificação dos santificados, pela fé e pelo poder de Deus.

46.  I Coríntios Paulo

Propósito de corrigir desordem que havia surgido na igreja de Corinto, estabelecendo um modelo de conduta cristã aos fiéis.

47.  II Coríntios Paulo

Paulo faz a defesa de seu ministério, seus motivos, sacrifícios, responsabilidades e eficiência.

48.  Gálatas Paulo

A justificação e a santificação não são obras da lei, mas sim, pela fé. Igreja de Galácia.

49.  Efésios Paulo

A igreja, o corpo místico de Cristo. Igreja de Éfeso.

50.  Filipenses Paulo

A alegria da vida e do serviço cristão, manifestada em todas as circunstâncias. Igreja de Filipos.

51.  Colossenses Paulo

Escrita para corrigir doutrinas errôneas na igreja (agnosticismo). Cristo é o único mediador, Salvador e fonte de vida. Igreja de Colossos.

52.  I Tessaloni –censes Paulo

Descreve o fim. A vinda do Senhor com relação ao ânimo, consolo, vigilância e santificação do crente. Igreja de Tessalônica.

53.  II Tessaloni -censes Paulo

Descreve o fim. A segunda vinda de Cristo, com relação aos crentes perseguidos, aos pecadores que não se arrependeram e a uma igreja apóstata. Igreja de Tessalônica.

54.  I Timóteo Paulo

Orientações para os pastores. As qualidades e deveres do ministro cristão, a sua relação com a igreja, o lar e o mundo. Escreve a Timóteo, pastor e responsável pela igreja de Éfeso.

55.  II Timóteo Paulo

Orientações para os pastores. Instruir o jovem evangelista em seu trabalho ministerial. Escreve a Timóteo.

56.  Tito Paulo

Orientações para os pastores. Instruções, doutrinas moral e disciplina.

57.  Filemom Paulo

Escreve a Filemom (prov. convertido de Paulo) sobre Onésimo.

EPÍSTOLAS GERAIS
58.  Hebreus Desconhecido

Escrita aos judeus cristãos que estavam desanimados de ir à igreja, por causa das perseguições dos judeus.

59.  Tiago Tiago

Uma fé que não produz santidade de vida é coisa morta. Cristianismo prático.

60.  I Pedro Pedro

Animar e fortalecer aos irmãos e alimentar o rebanho de Deus.

61.  II Pedro Pedro

Combater a influência das falsas doutrinas, dentro da igreja.

62.  I João João

Fundamentos da vida cristã e da comunhão com o Pai.

63.  II João João

Advertir a amigos contra a heresia e a associação com falsos   mestres.

64.  III João João

Escreve a Gaio continuar no ministério de amor para os outros.

65.  Judas Judas Mostra o destino dos maus. Dever dos Cristãos lutarem pela fé.
PROFÉTICO
66.  Apocalipse João

Trata das profecias futuras. Apogeu da revelação da verdade divina ao homem.

Que Deus nos abençoe e nos proteja, hoje e sempre!

Pr. Davidson Freitas

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.